Termina lua de mel de Temer com o mercado

Durante um ano, o mercado financeiro fez pouco caso das bombásticas revelações de corrupção no governo Temer, pois tinha interesse no pacote de maldades da equipe econômica, como a PEC dos gastos, a reforma Previdenciária, a trabalhista e a terceirização. Se a bolsa de valores chegou a cair mais de 10% ontem, não foi exatamente por uma questão de moralidade, mas por receio de que o pior escândalo de Temer comprometa a aprovação das reformas no Congresso.

O desânimo dos especuladores nos pregões é um sinal de que podemos derrotar as reformas pró-mercado e anti-povo. Essas “reformas” prometem lucros às custas de mais exploração ao trabalhador, sem grandes perspectivas de geração de empregos. É importante ressaltar que só com a população nas ruas e muita pressão é que podemos enterrar de vez os planos da equipe de Temer e impedir que mais direitos sejam retirados em nome de mesquinhos interesses financeiros.