Com um ano de golpe, aprovação de Temer não chega a dois dígitos

1 ANO DE GOLPE

“Michel Temer chegou a um dígito de popularidade. Nova pesquisa nacional do Ibope, publicada aqui com exclusividade, mostra o presidente com 9% de ótimo ou bom. É um ponto a menos do que em março, e quatro a menos do que em setembro. A tendência de queda continuada é anterior à Lista de Fachin. A pesquisa fechou antes de as delações da Odebrecht com citações a Temer e oito ministros seus explodirem nas mídias tradicionais e sociais”
Um ano após o golpe do impeachment, o país vive sua maior crise econômica e política. Os moralistas sem moral foram presos, a exemplo de Eduardo Cunha, ou também incluídos nas delações da Odebrecht e, mesmo acusados de corrupção, tentam retirar direitos fundamentais do povo brasileiro. Foi um ano de retrocesso e de revelação da hipocrisia nacional.

 

Leia mais no Estadão