Conflito institucional

A crise politica brasileira tem provocado várias excepcionalidades. Punido pelo STF por ter sido flagrado cometendo crimes ao lado de Joesley Batista, Aécio Neves deve ser poupado por seus pares senadores.

Sem querer entrar no âmbito jurídico da decisão da Suprema Corte, o que se vê é o fisiologismo e corporativismo daqueles envolvidos em corrupção. Vários senadores pensam “se hoje é Aécio, amanhã sou eu”.

Aécio Neves pediu dinheiro ao empresário da JBS para pagar advogados e, claramente, buscou obstruir a justiça. Por menos, Delcídio do Amaral foi afastado e preso.

Não há dúvida de que a blindagem que há em torno dos tucanos é a mais forte. Concretamente, Aécio – quase eleito presidente da República – não possui condição moral para exercer o cargo de senador.