Dança macabra das cadeiras

Temer, o presidente da pequenez moral, tem pela frente um desafio gigante. Terá de conciliar seus interesses escusos, como o da aprovação da Reforma, com as ambições dos parlamentares de sua base. Cadeiras no ministério são disputadas pelos tucanos e pelo Centrão, e tal impasse pode corroer o apoio de Temer no Congresso. No Brasil do golpe, não há harmonia, apenas cobiça.

Leia mais